1 de nov de 2008

Se é seu o céu


















O Seu céu, o sangue e o fel.


Se é seu o céu
se se sabe o sabor que tem o fel
sabe-se qual seja o sabor do mel

sendo assim, será o que sempre foi
sendo seu o céu
será lá onde nunca fui
saber o sabor seu.

só sei, sei bem sabido,
o sabor de fel
de se sacrificar
a um amor não correspondido

sendo assim o que vem a seguir será
o que se foi antes
adiante para esperar
que se siga o sangue
que assenti derramar
sentindo seu suor
em meu sangue se misturar
selando minha sina
e sangrando sentado espero
que um dia você me possa amar.


Obrigado.

Nenhum comentário: