1 de fev de 2016

Existimos

Existimos,
nesse sonho de apego e tristeza;
de melancolia e saudades;
para ao fim acordar e sentir que mesmo assim
tudo valeu a pena.