1 de dez de 2008

O Sol e a Lua.

O Sol e a Lua.

Sol:
"Todo dia pergunto à Aurora,
pergunto as Montanhas
e procuro no Mar
onde foi se esconder
a Lua do Céu."

Lua:
"No fim do dia chagada a hora
e antes da próxima Manhã
me pergunto por que amar
alguém não não me vê
a seu lado no Céu."

Sol:
"Às Nuvens amigas,
aos Vales e os Rios,
a todos eu digo
todo que sinto
pela Lua do Céu."

Lua:
"Queria eu, apenas um dia
ter mais alegria e menos frio,
ter o carinho e o afeto.
Mais ainda dizer o que sinto
a seu lado no Céu."

Sol:
"Uma vez, ou outra quem sabe
bem de manhã ou fim de tarde
contar a todos o que já sabem
que o carinho que sinto é
pela Lua do Céu."

Lua:
"O carinho que sinto é de verdade,
por isso digo: deixe-me amar-te.
Seguir a seu lado também
em todo tempo que vier
a seu lado no Céu."

Sol:
"Prova maior que posso dar
de como me pesa te amar
são as lágrimas que derramo
escondido pelas Nuvens.
À Lua do Céu."

Lua:
"Pergunte um dia ao Mar
a tristeza que sinto pesar
as lágrimas que também derramo
e que não se escondem.
A seu lado no Céu."

Sol:
"Sou o Sol e amo a Lua.
A Lua do Céu."

Lua:
"Sou a Lua e amo o Sol.
A seu lado no Céu."

Sol:
"Sinto a dor de tanto amar
e meu amor não poder tocar.
A Lua do Céu."

Lua:
"E essa dor no peito de amar
por tanto desejo de lhe tocar.
A seu lado no Céu."



Um comentário:

Andreia disse...

lindo ,porem triste,mas a vida é assim
Nos aprendemos com o sofrimento,porem muitas veses sem merecermos.
Mas ainda bem que na vida existe a palavra recomeço,,,,,
um grande beijo.
E espero que a vida te ensina mais a viver feliz do que ter esperiencias sofridas.